Arquivo | novembro, 2011

Por Fernando Pessoa: “Ciclos”

30 nov

Enquanto não encerramos um capítulo, não podemos partir para o próximo. Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora, soltar, desprender-se. As pessoas precisam entender que ninguém está jogando com cartas marcadas, às vezes ganhamos e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

Anúncios

Inspire-se: Gatos

27 nov

Ego

25 nov

Ela acordou diferente. Sentindo diferente.

Havia um vazio. No entanto, um vazio bom. Era como se conseguisse tocar a liberdade. Percebeu então que não pensava em ninguém, que sua mente estava finalmente descongestionada.

Depois de tanto vasculhar dentro dela uma resposta, viu o que havia de tão incomum nela naquele momento: não estava apaixonada.

Eis aqui um milagre!

Após estar ciente do estado em que seu coração se encontrava, tomou a decisão que faltava: apaixonar-se pela pessoa que sempre esteve lá, gritando por atenção e cuidados.

Como pôde ser tão cega a ponto de não percebê-la? Alguém que via todos os dias e que é completamente indispensável na vida da garota. A única pessoa que a pode fazer ser alguém de verdade.

Ela mesma.

Melhor de novembro: Paradise

23 nov

Coldplay – Paradise

Essa música é linda! Tenho me apaixonado por Coldplay ultimamente, cada vez mais! Estou louca pra comprar o novo albúm Mylo Xyloto *-*

Inspiração: Ripped Shorts

20 nov

Flickr do S&T

16 nov

Olá, como vai? Eu, de uns tempos pra cá, venho me apaixonando perdidamente pela arte da fotografia e justamente por isso resolvi criar um Flickr pro blog!

Frequentemente tenho colocado posts de inspiração cheios de fotos lindas, pois acho encantador fotografias de coisas simples que as vezes nem percebemos o quanto são bonitas.

Bom, foi só pra avisar mesmo. Obrigada!

 

NR: Viagem ao céu na Terra

15 nov

Para falar a verdade, eu nem estava tão animada no início. Sabia que seria bom, no entanto, não esperava muito.

E então, quando percebi, eu estava me divertindo como nunca e completamente feliz ao viver tudo aquilo.

Eu tinha duas metas: participar de tudo o que era proposto e aproveitar o momento ao máximo. Tentei da forma mais dedicada possível. E funcionou.

Com toda a certeza do mundo posso afirmar que não me arrependo de ter me molhado no pedalinho e no caiaque, dormido muito tarde por ficar conversando sobre o que aconteceu na festa, nadado de lentes e perdido-as, subido as mesmas escadas várias vezes por dia, de ter dor nas pernas por dançar tanto, de ter machucado o pé por usar salto, repetido a mesma coreografia várias vezes, ficado encharcada e feia na micareta, dançado na chuva, ficado muito cansada na trilha e muito menos de ter chorado na hora de ir embora.

Cada pequeno detalhe fez dessa a melhor viagem do mundo. A viagem que me ensinou coisas que vou levar por toda a minha vida. Jamais vou esquecer, nem por um segundo sequer.