Degrau

22 mar

Eu não te conheço bem e quero muito que isso seja diferente. Minha vontade é descobrir cada pequena coisa que faz você ser quem é.

Não sei se vai dar certo, mas já estou acostumada a me machucar assim, então não custa nada tentar. Afinal, por que desistir de algo que se quer tanto sem ao menos fazer um esforço?

Caso falhe, tudo bem. Se aprendi algo nessa minha vida é que tudo passa, tudo muda e, por mais que eu sofra, eu vou superar. Não que eu acredite nisso sempre, contudo, no fim, sempre chego a esta mesma conclusão.

Se hoje escrevo pra ti, é porque algo você significa. É porque algo mexe aqui dentro quando te vejo. Algo como uma vontade imensa de te abraçar apertado, sorrir e dizer que você se parece com o George Harrison quando jovem, só que bem mais bonito.

Inocência minha dizer que dessa vez é diferente, pois não tenho nada que evidencie isso. Seria bem mais sensato olhar pra você como um garoto por quem me atraio, apenas.

Mas, bem, gosto mais é de ser inocente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: