Algodão doce

14 nov

Já imaginou se todos os seus sonhos tivessem se realizado? O que seria se você tivesse namorado aquele garoto de quem você gostava há um tempo atrás ou ido morar em outro país com onze anos de idade? Será que era mesmo o que queríamos?

Sou sonhadora incansável e incurável. Já tive dos mais estranhos sonhos com as mais diversas pessoas e às vezes me pego a refletir se aquele sonho abandonado, mofado e, agora, indesejado iria ter mesmo me feito feliz. Sei lá. Jamais descobrirei a maioria. Nem quero, na verdade.

Não estou querendo menosprezar os sonhos. Na verdade, venho tomar consciência de seu valor. Como disse, grande parte dos meus sonhos não foi realizada – ainda bem –, mas foram eles que me trouxeram até aqui. Por eles que sou assim. E a partir deles que tenho novos sonhos, fazendo-me descobrir, aos poucos, o que é melhor pra mim. São eles que me carregam, afinal. Meu trem cujo assento de vez em quando faz doer minhas costas quando tiro um cochilo, todavia me leva onde preciso estar sem atrasos.

Aquilo com o que você sonha te define. Mostra o que você sente falta. O que está falho. A maneira como você encara o que é. Sonho é combustível, é razão, é força. É deixar o medo de lado pelo que você quer e acredita. É por conta do sonho que os seres humanos viajaram pelo espaço ou, quem sabe, inventaram o forno micro-ondas.

Vá atrás, de verdade. Sinceramente. Só cuidado para não desacordar em excesso e perder a estação.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: