Entrevista

29 nov

Uns vinte minutos, no máximo, bastariam. Um cantinho qualquer, mesmo que úmido. Um pouco de minha privacidade compartilhada. Umas palavras simples em outro idioma. Pronto. Eu já estaria feliz. Poderia até querer mais, claro que iria querer mais, mas minha alma já iria dormir tranquila pelo resto dos meus dias, mesmo que eu escutasse aquelas músicas que costumam me fazer pensar exacerbadamente. Naqueles curtos espaço, tempo e intimidade, eu já saberia tudo o que preciso pra olhar pra frente e ter certeza de que vou conseguir levantar seja qual for a dimensão da queda, seja qual for o acorde do refrão, seja qual for a voz que me põe pra dormir. Eu queria isso de você. Queria saber o que se passa na sua mente só pra tentar entender a minha própria, que é o que até hoje nunca consegui alcançar: a consciência de mim mesma. Eu me encontrei em você da forma mais distinta, confiante, estranha e rebelde possível. Por fora não parece haver nada em comum, contudo me vislumbro em seus olhos. Então, por favor, explique-me o que é você. Como essa sua coragem desabrochou. Como colheu seu sofrimento para cultivar amor. Em menos de uma hora já ficaria satisfeita. Talvez já não tivesse tanta raiva de mim mesma por ter receio de desembrulhar aquilo que quero. Sei lá o que quero. Talvez só sua autenticidade. Talvez seus tênis, também. O que você tem a me dizer? O que você me diria? O que mudaria aqui dentro? A curiosidade ficará intacta, porém sinto que, se tivesse essa chance, tudo mudaria. Tenho certeza absoluta que tudo mudaria. Você mudaria. Minha vida dali pra frente, mesmo que quase nada, mudaria. A música mudaria. O sabor da bebida mudaria. A cor dos meus dentes mudaria. Tudo, porque, inevitavelmente, minha percepção nunca, jamais, em nenhuma hipótese, seria exatamente igual.

Anúncios

4 Respostas to “Entrevista”

  1. Lyn 30/11/2012 às 0:35 #

    Adorei o texto *–*
    Beijinhos
    Lyn
    http://alittleinsomniac.blogspot.com

    • Victória Lopes 30/11/2012 às 7:52 #

      Muuuuito obrigada! Pra mim não há elogio melhor que esse *-* Amo quando as pessoas gostam dos meus textos, porque são muito sinceros.
      Adorei seu blog!
      Beijos, linda <3

  2. Am 01/12/2012 às 9:29 #

    Amei demais o texto, flor! Muito bom!!
    Beijinhos

    Am
    http://www.vinteepoucos.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: