Férias em casa: Livros

2 dez

http://weheartit.com/entry/44758283/via/StarlingsUm dia (David Nicholls) — Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas — vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Diário de uma paixão (Nicholas Sparks) — Sinopse: “Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns e vivi uma vida  comum. Não há monumentos dedicados a mim, e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou.” Noah Calhoun. Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida. O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto raramente encontrado na literatura atual, o Diário de uma Paixão, de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo foi traduzido para mais de 20 línguas.

Princesa pop (Rachel Cohn) — Sinopse: Com bom-humor e irreverência, Rachel Cohn captura as glórias e as dificuldades de uma adolescente normal lutando para se tornar uma celebridade. Um romance que mostra de forma brilhante e sensível os bastidores da indústria da música pop e como pode ser alto o preço da fama. “PRINCESA POP” apresenta ao leitor brasileiro Rachel Cohn, uma das mais populares escritoras americanas. Qual o preço que você estaria disposta a pagar para se tornar uma Princesa pop? Wonder Blake nunca pensou muito em ser famosa; mesmo quando era atriz- mirim, durante uma curta carreira em um programa infantil com sua irmã. Ela sempre se viu simplesmente como a “irmã mais nova de Lucky”. Mas, alguns meses depois de um terrível acidente que tirou a vida da irmã, Wonder acaba sendo redescoberta pelo ex-empresário da banda de Lucky. Querendo mais do que tudo fugir da cidadezinha do interior onde sua família passou a viver após a tragédia, assim como das maldosas garotas populares que insistem em lembrar-lhe seu passado como astro infantil, Wonder aceita o desafio e acaba se tornando uma adorada estrela da música, moldada para o sucesso. Mas depois de ver o lado não tão glorioso da vida de celebridade, Wonder terá que decidir: vai querer continuar nessa escalada para se tornar uma princesa pop de verdade ou acabar concluindo que, afinal de contas, ser uma menina comum não é tão ruim assim?

Queria tanto (Livia Brazil) — Sinopse: Alice Maria é uma garota de 20 e poucos anos que mora sozinha, tem grandes amigos, um emprego de cenógrafa que a faz ralar muito e é perdidamente apaixonada por Gabriel, que tem muito tesão por ela, o que seria ótimo, se ele não fosse gay. Aí aparece Rodrigo, que quer ter algo sério com Alice, mas ela foge com medo de o amor de verdade machucar… Com a ajuda e os conselhos nem sempre muito sutis de seus amigos, Alice embarca em uma aventura de descobertas e sentimentos, cheia de humor e delicadeza. Tudo está registrado em seu diário. Uma história divertida, emocionante, passada em dias ensolarados do Rio de Janeiro.

O menino do pijama listrado (John Boyne) — Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os Judeus. Também não faz idéia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. “O Menino do Pijama Listrado” é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: